Publicado em Sem categoria

O caminho mais rápido entre dois pontos nem sempre é uma reta e isso se aplica a projetos

Estava assistindo esse ótimo vídeo do canal Vsauce sobre a braquistócrona, simplificando, seria o caminho mais rápida entre dois pontos sujeito a um campo gravitacional. O mais interessante é que esse caminho ao contrário do que pensaríamos no primeiro momento não é uma reta, mas sim um cicloide.

Isso me fez lembrar que é algo que também se aplica aos projetos, muitas vezes a melhor solução não é aquela que pensaríamos no primeiro momento, como a mais barata. E é na escolha do melhor caminho que entra o projetista, por exemplo em projetos estruturais não apenas a locação dos elementos como pilares e vigas mudam totalmente o comportamento da estrutura mas também cabe ao projetista levar em conta a leveza, segurança, preço, facilidade de montagem, transporte dos materiais, mão de obra… n variáveis que um bom projetista deve ter em mente.

Como em treliças metálicas onde os elementos são submetidos a esforços de tração e compressão a melhor solução em termos de seção são os perfis tubulares, mas estes exigem cortes trabalhosos e encarecem a mão de obra e o aumentam o tempo de montagem.

Por isso que por mais que um software automatize processos, a verdadeira diferença entre um bom e um péssimo projeto esta no projetista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s