Publicado em Sem categoria

Famílias de janelas de vidro temperado, será que modelei demais?

Como muitos gostaram do último post, resolvi criar outra família e mostrar o trabalho por trás da mesma incluindo um modo fácil de configurar uma janela alta automaticamente, ao final levantei uma importante questão: será que modelei demais?

Pode até parecer estranho, afinal como mais detalhes pode ser algo ruim? Mas detalhes desnecessários nunca são bons, em um software destinado a projetos como o Revit manter o projeto o mais leve possível é fundamental. Por exemplo, imaginem uma família de painéis perfurados como os da imagem abaixo:

Nc-Punched-Aluminum-Perforated

Uma família com esses furos modelados seria extremamente pesada, distribua por toda a fachada de um edifício e o problema aumenta exponencialmente. Nestes casos o melhor seria utilizar um material que contenha um textura com os recortes dos furos (alpha).

Peguemos uma laje treliçada, no Revit é melhor criar um piso estrutural simples e trabalhar componentes de detalhe repetitivo do que modelar lajotas e vigotas. Outro exemplo interessante seria uma janela com venezianas, pode até fazer sentido modelar as venezianas, mas não há vantagem em modelar até os parafusos da janela. Evitar esse excesso de modelagem é algo que sempre devemos levar em conta.

Voltando a família, essa é uma família de janelas de vidro temperado, bastante conhecidas como Blindex. Como sempre antes de modelar pesquisei sobre as mesmas, sua montagem, peças, e depois de me perder em dezenas de catálogos consegui com a ajuda do meu amigo Júlio descobrir onde vai cada detalhe, perfil, e acessório.

Uma coisa a se destacar é como os perfis metálicos são extremamente complexos, aqui comecei a me perguntar se seria bom modelar esses perfis. Pois apesar de ser possível modelar cada mínimo detalhe, eles não trariam benefício algum ao projeto. No final até fiquei com o pensamento de que seria melhor trabalhar com simples retângulos, mas por estudo e para testar algumas coisas resolvi criar modelos simplificados desses perfis.

As imagens abaixo mostra um detalhe do perfil metálico de um fabricante e os perfis simplificados que criei.

kitMultiengenhariainfos Captura de Tela (752)

Resolvi usar perfis pois depois se desejasse poderia modificar os mesmos e atualizar na minha família, dois detalhes desses perfis é que todos tem um eixo em comum para facilitar a colocação e as aberturas também são configuradas para usar a espessura do vidro como base, usualmente são encontrados vidros de 6, 8 e 10 mm.

Para criar a extrusão dos perfis utilizei a ferramenta Varredura, e para evitar erros em cada varredura eu primeiro selecionei o plano de trabalho onde a mesma estaria e depois comecei a desenhar o caminho e alinhar suas pontas e centro com os outros planos de trabalho. Além dos planos de trabalho do contorno da janela criei outros para limitar o comprimento de algumas varreduras. Abaixo os planos que utilizei como referência para as varreduras.

ssss.jpg

Assim posso modificar a altura e largura da janela livremente que os tamanhos acompanharão.

Captura de Tela (747)

Os vidro são simples modelos genéricos com parâmeros de largura, altura e espessura. Achei interessante definir o tamanho dos vidros com base em outro catálogo que tinha informações dos recortes, nesse caso cada vidro tem a largura do vão dividido por 4 e com 5 cm de transpasse. Ao final com todos os elementos nos seus lugares, travados nos planos de trabalho e com parâmetros definidos, passei a trabalhar os elementos que aparecerão em planta

image

Eu prefiro ocultar as geometrias em vistas de planta pois assim eu posso criar uma representação parecida com a da norma ou com o padrão que desejar. Adotando um padrão para todas consigo deixar meu projeto mais leve e de fácil entendimento, outra vantagem de criar uma representação é poder configurar uma janela alta automaticamente. Neste caso adotei uma representação em planta bem simples, sendo duas linhas paralelas.

Untitled-2.jpg

Primeiro criei então uma região de máscara e linhas de detalhe sobre ela, em Configurações de visibilidade defini esses elementos para serem exibidos somente quando a janela for cortada

aaasd.jpg

 

 

Para a janela alta criei outras linhas no mesmo lugar das anteriores e mudei o tipo delas para Linhas ocultas [projeção], ao contrário dos elementos anteriores esses em Configurações de visibilidade eu configurei para sempre serem exibidas.

Captura de Tela (750)Captura de Tela (749)

Deste modo quando a janela estiver acima da altura da faixa de corte ela irá mostrar as linhas da janela em tracejado como na imagem abaixo.

aaa.jpg

Como comentei no início do post, ao final me pergunto se seria realmente necessário os perfis, mesmo que simplificados, as roldanas por exemplo não modelei pois nunca seriam vistas em planta ou em 3D, e quem desejar o link para download da família é esse: https://drive.google.com/open?id=0B2v56Ec5d0z1U25zRF95T3kzNEk

E a título de curiosidade segue uma imagem do planejamento que fiz antes de criar essa família, da porta dobrável foram algumas folhas de rabiscos e cálculos.

IMG_20160520_150824440.jpg

 

Anúncios

12 comentários em “Famílias de janelas de vidro temperado, será que modelei demais?

  1. Olá. Gostaria de saber como faço no Revit aquele sistema Reiki de envidraçamento. Quero fazer um living de varanda externa todo em vidro. Se puder entrar em contato 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s